Compulsão Alimentar - Projeto Superação
mulher comendo exageradamente durante a menopausa
01/11/2018 / Em: Histórias de Superação

 

Compulsão Alimentar. Qual o tamanho da sua fome?

A compulsão alimentar é um transtorno psicológico que tem fatores endócrinos ou emocionais. Dietas muito restritivas e grandes perdas, como de um ente querido, perder o emprego ou ficar sem dinheiro, também podem levar ao surgimento da compulsão alimentar.

Emagreça com dieta personalizada e apoio emocional.

O comer compulsivo é um padrão recorrente, ou seja, acontece com frequência e está associado à perda de controle. Quando pensamos em compulsão alimentar ou comer compulsivo, estamos nos referindo à pessoa que come grande quantidade de alimentos rapidamente, perde o controle e não consegue interromper a refeição mesmo quando se sente estufada ou plenamente saciada. Para caracterizar esse comer como doença é preciso que ocorra pelo menos duas vezes por semana.

Como o ato de comer está associado à sensação de prazer, muitas vezes, comemos mais do que seria indicado para suprir as necessidades do nosso organismo. Não é difícil perder o controle diante da feijoada de sábado, do macarrão da mama ou da pizza com os amigos aos domingos. No entanto, é comum depois do terceiro ou quarto prato, sermos tomados de certo arrependimento e prometer que iremos comer frugal e comedidamente durante a semana inteira.

Há indivíduos, porém, que perdem o controle quando começam a comer. Esses são capazes de ingerir 5 mil ou 6 mil calorias numa única refeição. São os comedores compulsivos, que precisam de ajuda para superar tal dificuldade.

O Tratamento

O tratamento para a compulsão alimentar deve ser iniciado o quanto antes e é importante que o indivíduo saiba que é preciso algum tempo para que ele comece a fazer efeito.

O primeiro passo é regular a atividade hormonal do corpo, diminuindo assim a fome física e emocional, gerada por ansiedade, estresse e depressão. Estes medicamentos devem ser receitados pelo médico endocrinologista e necessitam de receita médica para serem comprados.

O nutricionista é um profissional muito importante para orientar o indivíduo no que ele deve comer e quando comer. Este profissional é especializado na alimentação e poderá dar dicas preciosas para vencer a fome, comendo alimentos certos.

Já os exercícios servem para melhorar o humor e desviar a atenção da comida, enquanto que as sessões de psicoterapia serão úteis para tratar a parte emocional do indivíduo.

Busque ajuda profissional com o Projeto Superação

Equipe Superação

 

Deixe um comentário

1 Comentário em "Compulsão Alimentar"

avatar
  Subscribe  
mais recente mais antigo mais votado
Notificar de
trackback

[…] interfere e muito para uma vida saudável bem sucedida. Já falamos aqui sobre fome emocional e compulsão. De fato, não são esses apenas os comportamentos inadequados em relação à alimentação no […]